NOTA DE REPÚDIO

0
1920

O SINDICATO DOS POLICIAIS PENAIS DO ESTADO DO MARANHÃO, sempre em defesa dos direitos e interesses da Polícia Penal do Maranhão, órgão de cúpula da segurança penal, que vem mostrando grande trabalho na execução penal do Maranhão, sendo nº 01 do Brasil nos índices de ressocialização vem em nota emitir o seguinte parecer.

Em nome da sua diretoria vem emitir nota de repúdio a reportagem do blog SJNOTICIASMA, de responsabilidade de Stenio Jonny, RI/RPJ-MA 0001541, que no dia 19 de abril de 2022 publicou matéria onde afirma “recebeu informações veladas dando conta que o diretor do Presidio PSL II, por nome de Adão, foi preso na tarde de ontem (18), juntamente com a supervisora e o chefe do almoxarifado em São Luis – MA … tais prisões resultaram de uma investigação sigilosa da SEIC, referente a um suposto esquema de corrupção no presidio PSL II, que estaria apontando o diretor daquele presídio por nome de Adão, como um dos chefes do esquema de corrupção, onde até dinheiro dos presos era subtraídos”.

Prima face, tais afirmações são mentirosas haja vista não ocorreu prisão alguma e o referido servidor encontra-se de férias. Consideramos a afirmação caluniosa, pois imputou falsa conduta de crime, irresponsável, pois não checou junto a SEAP tal prisão, e descabida, pois além de não ocorrer a prisão o servidor está de férias. Assim, tal calúnia depõe contra o honrado Policial Penal FRANCISCO ADÃO que arvora dia após dia, em todos os postos e graduações, sempre com a bandeira de servir e proteger mesmo com o risco da própria vida.

Afirmamos que essa nota intensão não é cercear a liberdade de expressão, mas potencializá-la em sua plenitude sempre compromissada com a verdade dos fatos e responsabilidade em sua divulgação.

Por fim, reiteramos nosso repúdio as calúnias difamadas ao honrado Policial Penal Francisco Adão e que as medidas judiciais cíveis e criminais serão tomadas como formar de inibir fatos criminosos futuros e reparar o dano a imagem do honrado policial.

São Luis, 20 de abril de 2022.

A DIRETORIA DO SINPPEM-MA